COMO TUDO COMEÇOU

Ainda o mundo batia o pé ao som de Saturday Night Fever com John Travolta, de Dancin' Days e dos ritmos da Disco Sound, já a Madeira fervia com as míticas noites das Vespas localizadas na época no Ribeiro Seco.

Estávamos em 1980 e pela mão dos irmãos Alexandre e Emanuel Rebelo nascia um inovador conceito de diversão nocturna que anos mais tarde mudaria a sua plataforma para um espaço mais amplo e moderno situado na Av. Sá Carneiro até aos dias de hoje.
vespas_ribeiro_seco.jpg

37 years and counting...

Já lá vão 37 anos em que muitos nomes sonantes se fizeram anunciar na maior Instituição da Noite Madeirense: Pedro Abrunhosa, Gift, Silence Four, Entre Aspas, Xutos e Pontapés entre tantos outros da Pop ao Rock. Ao nivel do Djing nacional e internacional: Magda, Matador, Chocolate Puma, Guy Gerber, Robert Babicz, Tiga, Superditcher, Martinez, Zoo Brazil, Mandy, tendo a nova geração dignos representantes em Dextro, Overrule, Demo, NoMaka ou Kamala com Filipe Gonçalves.
vespas_ribeiro_seco_2.jpg
As Vespas são ainda "pioneiras" pelos grandes festas Outdoors de referência Regional: desde o primeiro Weekendance @ Paradise na Quinta do Lorde, passando pelo Electronic Dreams, Onedaydance, Equinox, e MTV Insonia-Outdoor Experience onde aqui outros nomes, reis e senhores se agigantaram ao mais alto nivél: Trentemoller, Booka Shade, Ivan Smagghe, Josh Wink, Vibe, Erick Morrilio, Blackstrobe, Pete Tong, Felix da Housecat, Pete Tha Zouk, Steve Lawler, Chus y Ceballos e JeffMills.

No que diz respeito ao "Grande Arraial", são profundas as raizes das Vespas á ilha da Madeira e foram grandes os nomes da música popular que se fizeram anunciar:  Quim Barreiros, Zezé Fernandes, Emanuel "o pimba" entre outros. Estes apenas alguns dos nomes que sempre permanecerão na memória dos madeirenses, muitos deles espalhados pelo mundo fora. 2015 revestiu-se de um carisma muito especial, a Catedral da noite madeirense assinalou 35 anos renovados num novo ciclo, onde os conceituados Rui Vargas, Chus y Ceballos entre outros dignos representantes de uma nova geração pisaram solo madeirense.

O concerto dos Xutos e Pontapés realizado no Parque de Santa Catarina em julho de 2015, foi o momento mais alto das comemorações das Vespas 35 anos levando até ao "Parque" milhares de pessoas, no fundo apenas gerações de amigos que unidos á voz de Tim entoaram bem alto o Circo de Feras.

Falar da ilha da Madeira em qualquer parte do Planeta torna-se incontornável falar das Vespas. Vespas Loves You, Now And Forever.

Vespas do Antigamente

Image

© 2018 Vespas - Madeira Island Club . All Rights Reserved. by Bikkli